O IDEB: uma farsa que prejudica a educação.

on domingo, 21 de dezembro de 2014
Qualquer pessoa que entende um pouco de educação tende a questionar os índices usados para avaliar a educação, mas talvez muitas pessoas não tenham a ideia de que certos índices servem para fazer o certo parecer errado e o errado certo.

Recentemente uma das escolas na qual trabalho foi taxada em algumas notícias como a pior escola de Belford Roxo, não teria problema de admitir isso (como faço em outra escola) o problema é que isso não corresponde nem um pouco a realidade:

http://blogdolotexv.blogspot.com.br/2014/12/projeto-mpeduc-visita-escolas-em.html

http://mpf.jusbrasil.com.br/noticias/155481384/projeto-mpeduc-visita-escolas-em-belford-roxo-rj

http://noticias.pgr.mpf.mp.br/noticias/noticias-do-site/copy_of_direitos-do-cidadao/imprimir?&UID=bf87f85c1adc5addd78649b1f61635f2&keepThis=true&TB_iframe=true&height=400&width=700

De fato, no caso das condições precárias na estrutura física da escola, isto é uma realidade preocupante e que exigiria alguma atitude da prefeitura. Tal fato já foi denunciado em uma postagem do meu blog: http://professormoroni.blogspot.com.br/2014/04/a-via-crucis-na-educacao-publica.html

O meu problema é com um dos fatores que foi usado, a nota do ideb, onde os critérios para o cálculo podem ser vistos no site do Governo Federal:
http://portal.inep.gov.br/web/portal-ideb/como-o-ideb-e-calculado

Um dos critérios da nota é a taxa de aprovação, o que naturalmente já prejudica as escolas que trabalham com EJA (onde o nível de evasão é extremamente elevado), mas acaba considerando boas escolas que não se importam com o que os alunos aprendem (nada passam e nada cobram) e passam os alunos indiscriminadamente (mal sabendo ler) enquanto que escolas que primam por uma cobrança forte dos alunos acabam sendo taxadas como escolas piores por não saírem aprovando qualquer um.

OBS.: DE FORMA NENHUMA ESTOU DIZENDO QUE A ESCOLA ELOGIADA NA MATÉRIA SERIA UMA ESCOLA RUIM OU QUE NÃO TEM CRITÉRIOS PARA APROVAR SEUS ALUNOS. SERIA LEVIANO DA MINHA PARTE QUALQUER AFIRMAÇÃO DESTE TIPO, AINDA MAIS POR NEM CONHECER A ESCOLA.

Eu sou um professor que preza pelo que o aluno REALMENTE está aprendendo ou não, sendo assim me recuso a aprovar um aluno que aparece na escola apenas para atrapalhar os colegas e o professor. Para o IDEB sou um péssimo professor, mas sou excelente para a educação de verdade dos alunos, aliás sou um professor no modelo das escolas de excelência. Mas você pode perguntar: "Se você faz o mesmo que os professores de escolas de excelência, o que faz com que você não seja avaliado da mesma forma?" E a resposta é simples: As escolas de excelência, além de agirem desta forma, tem uma pré-seleção de seus alunos... Não é qualquer um que consegue estudar no Colégio Pedro II, CEFET, FAETEC, Colégio Militar e outras onde existe uma prova que separa os alunos interessados/preparados dos que não querem nada (algo que não é possível nas escolas convencionais onde todos são aceitos mesmo que não queiram estar ali) e isso vale até para colégios particulares tradicionais como o Colégio Santo Inácio ou São Bento onde os alunos podem ser expulsos com facilidade. Sendo assim, o segredo do sucesso de todos esses colégios de referência é acima de tudo o fato de que quem está lá em sua grande maioria realmente quer aprender e por sua vez eles são fortemente cobrados.

Em resumo, o IDEB (como vários outros índices) pode servir para a manipulação com fins políticos (fingir que a educação está progredindo): O sucateamento da educação pode ser premiado ao aceitar a aprovação automática, enquanto um trabalho sério de educação pode ser punido por fazer uma cobrança rigorosa dos alunos.

OBS.2: Não vou nem me aprofundar aqui em outro problema do IDEB que é o de privilegiar certas competências e ignorar outras, deixando de lado a variedade de ensinos possíveis. Alguém acha que uma escola que tenha uma ênfase maior em esportes (educação física) ou artes não pode ser uma escola tão boa quanto uma escola que tenha uma ênfase maior na matemática?

1 comentários:

joana soares araujo disse...

Com certeza, é uma grande farsa adotada pelo sistema....

Postar um comentário