Dawkins e a eugenia.

on sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Muitos estão chocados com as recentes declarações de Richard Dawkins, o polemista que até uma criança de 5 anos consegue rebater aos seus fracos argumentos, mas de fato eu não estou... Não estou pois já faz um tempo que acompanho Dawkins com suas declarações e debates e sei que ele é apenas um oportunista que faz declarações polêmicas apenas para chamar a atenção (e muitas vezes foge do debate depois).

Sim, Dawkins de fato afirmou que é imoral para uma mulher dar à luz a um filho com Síndrome de Down (vou grifar as ideias centrais do texto):
"Obviamente, a escolha seria sua. A quem interessar possa, minha escolha seria de abortar o feto com síndrome de Down e, assumindo que você quer ter um bebê, tentaria de novo. Tendo a chance de fazer um aborto cedo ou deliberadamente trazer a criança com Down no mundo, eu acho que a escolha moral e sensata seria abortar. E, de fato, isso é o que a grande maioria das mulheres, nos Estados Unidos e especialmente na Europa, fazem. Eu pessoalmente iria além e diria que, se sua moral é baseada, como a minha é, no desejo de aumentar a soma de felicidade e reduzir o sofrimento, a decisão de deliberadamente dar à luz o bebê com Down, quando você tem a chance de abortar no começo da gravidez, pode realmente ser imoral do ponto de vista do próprio bem estar da criança. Concordo que essa opinião pessoal é controversa e precisa ser mais discutida, possivelmente para ser afastada. Em todo caso, você provavelmente estaria condenando a si mesmo como mãe (ou como um casal) a uma vida de cuidar de um adulto com necessidades de criança. Seu filho vai provavelmente ter uma expectativa de vida curta, mas, se ele viver mais que você, você provavelmente vai ter que se preocupar com quem irá cuidar dele depois que você se for. Não me admira que a maioria das pessoas escolha aborto quando têm essa opção. Dito isso, a escolha seria inteiramente sua e eu nunca sonharia em tentar impor minha visão em você ou em qualquer outra pessoa."

Sim, a infeliz declaração de Dawkins além de culpabilizar as mães, que sofrem junto com os filhos, também espalha uma ideia de eugenia. Para Dawkins, se você não é "perfeito" não deveria nascer... Para passar desse pensamento contra os portadores da Síndrome de Down para os portadores de alguma deficiência ou característica física é apenas um pulo...Esse pensamento é simplesmente o pensamento eugenista, que não por acaso foi adotado pelos nazistas, que buscava seres humanos "perfeitos" ignorando qualquer noção humanitária que se preocupe com a afetividade e a dignidade da vida humana.
 
Dawkins, como biólogo, deveria saber que pessoas com Síndrome de Down podem levar uma vida normal:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/08/120828_down_entrevista_dg.shtml
 

Dawkins, imoral é o seu preconceito e sua falta de humanidade!
Dawkins, imoral é você ajudar a divulgar preconceitos e tentar culpar as mães de portadores de Down!
Quer ver a matéria toda?


Um exemplo de como Dawkins é um especialista em criar polêmicas e após isso fugir do debate:



1 comentários:

Felipe Marques disse...

Ótimo trabalho, parabéns. Só fiquei conhecendo o blog agora, quando eu tiver mas tempo irei conferir os demais conteúdos. Felipe Marques do blog http://ieamleaoxiii.blogspot.com.br/

Postar um comentário