S.O.S. Instituto Benjamin Constant

on segunda-feira, 16 de junho de 2014
A professora Sylvia Soares, que tive a oportunidade de conhecer através da prof. Mariana Reis, me enviou uma denúncia sobre o completo descaso do Governo Federal com as crianças do Instituto Benjamin Constant (escola para deficientes visuais):
"Boa NoiteVenho através deste e-mail pedir ajuda para cobrar do governo federal a nomeação dos concursados do Instituto Benjamin Constant, localizado no Rio de Janeiro, Edital nº04/2012, cujas vagas foram autorizadas pela portaria interministerial nº 344. Os concursados foram convocados no dia 10/12/13, porém até o momento não possuem qualquer informação da nomeação e posse. A vida dos concursados foram totalmente afetadas por esse processo, sendo que muitos ficaram desempregados nesse período.O processo de Nomeação se encontra em Brasília. Segundo  o IBC, há um impasse entre os Ministérios ( Educação, planejamento) relacionados ao planejamento orçamentário, que vem impedindo  que a nomeação ocorra.A informação que possuímos é que essa instituição está com carência de servidores, assim, muitos alunos deficientes estão sem aulas, tendo inclusive reversamento de turmas (um dia vai uma outro dia outra) afetando totalmente o processo de ensino aprendizagem.Não entendemos essa morosidade de nomear os concursadopois outras instituições como Pedro II, CEFET, entre outras, que também fazem parte desse portaria nº 133 já nomearam seus servidores. O que mostra um profundo abandono ao aluno deficiente por parte desse governo.Estamos fazendo um abaixo assinado com apoio dos pais e da comunidade que vem ganhando força nas redes sociais, solicitando respostas por parte do governo.http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR72478 "

Parece que o atual governo, após não conseguir fechar o IBC, está tentando o sufocar lentamente e empurrar os alunos para a educação pseudo-inclusiva ao privar os alunos de tratamento especializado e por vezes tentando jogar na conta de um professor sem formação adequada, sem estrutura escolar e com turmas de quase 50 alunos que ele consiga fazer o trabalho dele e do especialista.
Eu poderia ainda falar dos concursados que após pagarem uma taxa não muito barata, estudarem, perderem seu tempo realizando prova(s), criarem toda uma expectativa e tudo o mais, são abandonados pois tudo não passou de enganação... Mas acho que a situação dos alunos já é excessivamente cruel para eu ter que me preocupar em falar de tantos outros problemas causados pelo descaso do governo com as instituições públicas...
#SomosTodosIBC

1 comentários:

Fernanda Garcia disse...

Prezado, gostaria de saber quantos já foram convocados? onde encontro a relação dos nomes dos convocados? grata.

Postar um comentário